5 Dicas para Iniciantes na Cozinha

Foto de Daria Shevtsova, do Pexels

Hoje quero ensinar 5 dicas para iniciantes na cozinha. Existem várias formas para você aprender a cozinhar, você pode começar acompanhando alguém na cozinha, pode ler livros de receitas ou assistir vídeos no Youtube. Mesmo assim, depois de praticar um pouco, você pode achar que cozinhar é muito difícil e um processo caótico, e pode acabar desistindo.

Pois bem, neste post eu vou te dar dicas para iniciantes na cozinha, que vão te ajudar caso você esteja começando. Eu quero que sua relação com a cozinha seja agradável e positiva. Para isso, é importante seguir alguns conceitos e ideias antes de começar. Vamos então às minhas 5 recomendações.


Prepare e organize os ingredientes antes de começar (Mise en Place)

Foto de Angele J, do Pexels

Esta é uma das mais importantes dicas pra você que está começando a cozinhar. Parece muito simples, mas este conceito é tão importante que existe até um nome em francês: Mise en Place. Significa que você deve preparar e organizar todos os ingredientes antes de começar a cozinhar. Ou seja, antes de fazer qualquer coisa, de um simples carbonara até um escondidinho de carne seca, prepare, limpe, corte, fatie, separe, porcione, organize todos os ingredientes antes de finalmente ir pro fogão.

“Prepare e organize os ingredientes antecipadamente, e quando cozinhar vá usando os ingredientes já separados, um a um.”

Isso pode ser feito de maneira mais organizada, usando potinhos por exemplo, colocando cada ingrediente preparado em um potinho, ou se você não tiver os potinhos, apenas tenha certeza de preparar os ingredientes antes de ir ao fogo, e deixar num prato ou tábua, prontos para usar.

Você vai cometer menos erros e vai ficar menos estressado. E sua experiência na cozinha vai ser mais positiva, e você vai querer estar na cozinha mais vezes! Se você ainda não faz isso, eu convido então a praticar este conceito. Na próxima vez que cozinhar, prepare e organize os ingredientes antecipadamente, e quando cozinhar vá usando os ingredientes já separados, um a um. Aposto que vai ser mais divertido e simples cozinhar assim.


Não desanime com fracassos

Foto de Polina Tankilevitch, do Pexels

Você tem duas opções. Você pode tentar cozinhar, e cometer vários erros durante este processo. Ou você pode não cozinhar, evitando cometer possíveis erros. Isso significa que cometer erros na cozinha é inevitável.

O maior problema é que cometer erros na cozinha pode ser caro e frustrante. Imagine que você quer fazer um salmão grelhado, compra aquela posta de salmão super cara no supermercado, leva à frigideira, e no final tudo deu errado. Você perdeu seu tempo, perdeu seu dinheiro, e provavelmente vai ter que arranjar outra coisa pra comer, podendo causar ainda mais trabalho e custos.

A boa notícia é, quanto mais erros você cometer, mais você vai aprender e menos erros cometerá no futuro. Ou seja, o mais importante é, não desanimar, aprender com os fracassos. O seu salmão não deu certo? Qual foi o motivo? Será que temperou errado, ou a temperatura do fogo estava muito baixa? Reflita no que errou, e prometa que na próxima tentativa, você vai corrigir o erro.

“…quanto mais erros você cometer, mais você vai aprender e menos erros cometerá no futuro.”

O que eu faço e sugiro que você faça: anote seus acertos e erros. Use um caderno ou um aplicativo de notas no seu celular. Sempre que fizer algo que deu muito certo, anote. Deu muito errado? Anote também, coloque o que você errou e registre como seria a maneira certa. Na próxima vez que fizer a mesma receita, confira sua nota, e você vai se lembrar qual erro cometeu, e corrigir. A regra é: aprenda com o erro e não erre mais.


Siga receitas e medidas, pelo menos no começo

Foto de S O C I A L . C U T, do Unsplash

Você já deve ter ouvido muita gente mais experiente na cozinha dizer: “Eu não sigo receitas ou medidas, eu vou de cabeça mesmo, e no fim dá tudo certo”. E quando você observa estas pessoas cozinhando, você acha incrível, e acaba querendo fazer o mesmo. Você vai pra cozinha, quer fazer Cookies de Chocolate, não segue corretamente as medidas, e os cookies no final dão errado. E pronto, você se julga, acha que nunca vai saber cozinhar e já desiste.

“Algumas pessoas pensam que seguir receitas e medidas é sinal de que não sabem cozinhar. Pelo contrário.”

O que estas pessoas experientes na cozinha não te falam é que elas um dia seguiram uma receita, provavelmente quando elas começaram a cozinhar ou nas vezes que elas fizeram um prato pela primeira vez. Com o tempo, depois de certa experiência, elas se deram ao luxo de não seguir mais receitas.

Quando estiver começando a cozinhar, siga as receitas. Você vai cometer menos erros, irá aprender com quem já fez a receita antes que você e sua experiência no final do processo será mais positiva. No futuro, com o tempo, talvez você não precise de receitas e medidas para fazer aquela determinada receita.

Algumas pessoas pensam que seguir receitas e medidas é sinal de que não sabem cozinhar. Pelo contrário. Se você acompanhar o chefe do melhor restaurante do mundo, você vai ver que ele vai usar uma receita para fazer um prato que ele nunca fez antes. Usar receitas e medidas é um sinal de que você quer aprender e quer fazer da melhor maneira possível. Isso mostra que você está mais preparado pra aprender do que aqueles que ignoram receitas e medidas.


Seja organizado

Foto de Markus Spiske, do Pexels

Mais uma dica simples, mas que muita gente ignora e acaba não gostando de cozinhar por causa disso. Cozinhar não significa fazer bagunça. Se você está cozinhando e fazendo muita bagunça e sujeira ao mesmo tempo, você tem que fazer algumas mudanças na forma que trabalha. E cozinhar fazendo menos bagunça significa uma melhor relação com a cozinha e com o ato de cozinhar.

O que ‘ser organizado’ significa? Um simples exemplo: você descascou as batatas? Já se livre imediatamente das cascas depois deste processo. Jogue no lixo orgânico ou reserve para fazer um caldo de legumes depois. Mas não deixe as cascas de batata na sua superfície de trabalho. O mesmo digo para vários outros ingredientes. Evite deixar embalagens abertas, garrafas, restos de alimentos e muitos outros elementos que possam causar distração e erros enquanto estiver cozinhando.

“Se você está cozinhando e fazendo muita bagunça e sujeira ao mesmo tempo, você tem que fazer algumas mudanças na forma que trabalha.”

Esta ideia de ser organizado está muito ligado a primeira dica acima (Mise en Place). Quando você pratica o conceito de Mise en Place, você colabora muito para um ambiente mais organizado e limpo durante o processo. Separar a quantidade de manteiga antes de colocar na panela evita que você suje o ambiente de maneira desnecessária.

O melhor desta dica: no final do tempo que ficou na cozinha, as coisas que você terá para limpar serão muito menores. Se você for organizado e limpo durante o processo, a limpeza final será mais simples e você se livrará mais rápido do trabalho de organizar tudo no final, aproveitando mais as pessoas que estão com você e o alimento que acabou de cozinhar.


Aprenda as técnicas e aplique quando puder

Foto de mali maeder, do Pexels

Você já deve ter visto muitos destes tutoriais na internet: ‘Como usar corretamente a faca’, ‘como fazer molho bechamel’, entre outras técnicas na cozinha. Estas técnicas são importantes, pois são uma espécie de ‘atalho’ para quando estiver cozinhando. Uma técnica que você usa para fazer um molho branco no seu gratinado pode ser a mesma que você vai usar para engrossar um recheio de empadão no futuro. Se você aprender o conceito e a técnica, saberá ser criativo o suficiente para replicar a técnica sempre que quiser, quando precisar.

“Invista um pouco do seu tempo para aprender novas técnicas, e aplique as técnicas sempre que puder. Assim você terá ferramentas poderosas quando estiver cozinhando, e o processo de cozinhar será mais divertido.”

Técnicas são replicadas em múltiplas receitas. É uma espécie de bloco de construção. Uma vez que você compreende a técnica, você pode usar em inúmeras outras oportunidades, construindo novas receitas e melhorando as que já conhece.

Você já deve saber várias técnicas e não tem consciência disso. Quando você coloca manteiga, trigo e leite (ou outro liquido) na panela, para engrossar alguma coisa, você está usando a técnica do roux e bechamel. Quando você coloca um liquido pra desgrudar a sujeira do fundo da panela, e fazer um molho neste processo, você está fazendo uma deglaçagem. Enfim, várias outras coisas que você faz na cozinha são partes destes blocos de construção. Invista um pouco do seu tempo para aprender novas técnicas, e aplique as técnicas sempre que puder. Assim você terá ferramentas poderosas quando estiver cozinhando, e o processo de cozinhar será mais divertido.


Espero que tenha gostado destas dicas para iniciantes na cozinha. Elas parecem dar mais trabalho, mas no fim, se aplicar os conceitos mencionados (e muitos outros que posso comentar em futuros posts), será mais fácil e mais prazeroso cozinhar. Cozinhar não é para ser um processo difícil e caótico. Se estiver difícil pra você, talvez seja apenas questão de mudar um pouco a forma como você trabalha.


Tem algum feedback?

Deixe um comentário no final desta página, com sua sugestão ou feedback.


Algumas receitas incríveis

Deixe um comentário ou sugestão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima